quarta-feira, 15 de junho de 2011

Viagem ao Brasil

Depois de morar aqui nos Estados Unidos por 18 meses, finalmente tive a bencao de voltar a terrinha e visitar familia e amigos. A viagem foi de aprendizado, desde que esta tinha sido a primeira vez que eu retornava a Patria Amada.

Segue uma lista de conselhos que compartilho com os que estao prestes a passar pela mesma situacao, ou que estao planejando uma viagem de volta:

Compre uma balanca de malas: investi apenas $ 7,50 no Walmart e foi muito benefico este investimento. Eu entupi minhas malas de coisas e sempre pesava pra nao ter que ter surpresas no aeroporto e correr pra banheiro pra arruamr mala. Usei aqui antes de ir e no Brasil antes de embarcar. Nao tive problemas com excesso de bagagem.

Imprima um resumo de sua viagem com todos os trechos: nos cartoes de embarque eles so colocam o horario de embarque, nao o horario em que o voo esta planejando sair. Em viagens internacionais, com 3 paradas, que voce precisa sair de um terminal pra outro nos aeroportos enormes daqui, sabendo a hora que o voo sai, voce corre, mas corre na velocidade que quiser.

Reuna todos os documentos da viagem em uma pastinha: isso ajuda muito na hora do mostra ticket, mostra passaporte, mostra green card! Coloque-os num bolso acessivel.

Faca bom uso de sua mala de mao: Quem nunca ouviu historia de gente que chega no destino e as malas chegam dias depois? Eu coloquei uma roupa de domingo, alguns pares de roupa e sapatos, produtos de higiene pessoal e uma bolsa (carteira e documentos tambem, por favor!) em minha mala de mao, assim nao era pega de surpresa pelos “acidentes” da vida.

So pare pra fazer pipi depois que despachar as bagagens: Passando por alfandega e tal, a gente nunca sabe o tamanho da fila que nos aguarda, entao a nao ser que voce esteja muito apertado, e melhor aliviar a bexiga quando a mente tambem estiver aliviada.

Faca uma agenda com a sua programacao de voos: depois de pagar nao sei quanto por uma passagem, melhor ter uma programacao do que vai fazer nos seus dias, senao voce fica a merce de agenda de terceiros e muito sujeito a convites que nao sao interessantes, mas que voce pode ficar tentado a aceitar, so pq nao sabe o que vai fazer anquele horario.

Nao tenha vergonha de dizer nao: vai ter muita gente ligando, pedindo pra voce ir ve-los e tal. E gente demais pra administrar. A estrela e voce (sem soberba), entao quem quiser ve-lo, a nao ser que voce nao tenha um roteiro que permita encontrar com estas pessoas, que va na sua casa, ou hotel em que estara hospedado, num horario conveniente a voce. Nao adianta se lamentar por ano ter visto todos, acho que e impossivel que a agenda do mundo combine perfeitamente com a sua. Relaxe e nao se estresse!

Se prepare para os golpes: muita gente vai achar que porque voce mora nos Estados Unidos, ou ficou rica, ou ficou abestalhada. Entao vao querer dar uma montadinha em seu galope, cobrando mais caro pra prestar servicos a voce ou simplesmente querendo que voce patrocine as farras. Nao tenha vergonha de rachar a conta, se voce sabe que nao pode pagar pra todos. Eu nao tenho vergonha, por exemplo, de dizer que so mudei de pais, mas que o status de pobre continua o mesmo. Eu ate tirava onda nos lugares dizendo que era do interior ou do Morro da Conceicao. Em porto de Galinhas, os vendedores acham que todos sao turistas. E importante deixar bem claro pra eles que voce e da terra. Pra pagar o preco justo, ja finji ate sotaque carioca na Cidade Maravilhosa. Eu quero e preco!

Fale com todos os amigos e inimigos: eu abracei ate maconheiro suado sem camisa e isso foi ate mais facil do que falar com gente invejosa que aparecia em meu caminho. Foi muito gostoso ouvir que a minha “fama” nao subiu pra cabeca. isso fez muito bem a mim como pessoa.

Se puder, leve ou traga uma encomenda pra alguem: nao precisa se transformar em empresa de transporte 0800 pra ninguem, mas o que a gente faz hoje por alguem, talvez, amanha alguem faca por nos. Nao precisa divulgar “tenho espaco em minhas malas quem vai querer?” Mas se voce, puder, faca. Eu levei e trouxe coisa, de e pra gente querida, nao aproveitadora, que fica a espreita, super atentos ao dia de sua viagem pra dar o golpe. Pra proveitadores a frase: “eu adoraria, mas ja estou com malas prontas” soa perfeito!

Ganhe dinheiro: nada de levar coisa pros outros pelo preco que voce comprou aqui e receber no Brasil a quantidade equivalente em Reais, com centavos contados. Se alguem quiser encomendar, cobre sua comissao! Voce vai gastar combustivel e tempo pra fazer favor? So se for pra mamae ne? ninguem nunca me deu um guardanapo usado quando eu morava la, pq vou fazer graca pro povo rir? Use o bom senso pra nao contradizer esse conselho com o anterior. A regra e: “fazer o que e melhor pra voce e nao pros outros!” Ninguem contribuiu pra a compra da sua passagem.

Divirta-se: o tanto quanto puder, saia com familia e amigos. Priorize familia sempre. Essa escolha nunca falha. Visite lugares nos quais voce se sente bem. Registre esses acontecimentos. Encha sua mala de coisas deliciosas pra trazer de volta. Abrace e beije as pessoas queridas. Chore, chore e chore ate secarem as lagrimas, se e que isso e possivel. E entao, volte com um coracao cheio de gratidao pra o seu lar.

Eu achei que estava indo visitar meu lar, mas quando cheguei no Brasil, percebi que meu lar e ao lado do meu marido, no momento, aqui os Estados Unidos, mas que poderia ser qualquer lugar do mundo. O Brasil e o pais onde eu nasci e um lugar que amo demais, onde esta uma parte preciosissima de minha familia. Foi dificil demais ficar duas semanas longe de meu companheiro eterno. Eu me regozijo em ama-lo. Tenho um respeito ainda maior por aqueles que precisam aguardar a ressurreicao para se reunirem novamente aquele que e o seu companheiro eterno. Duas semanas foi um periodo longo demais. Admiro os que estao esperando muito mais do que isso. Sou profundamente grata pela possibilidade de as familias serem eternas. Mais do que um aprendizado social, esta viagem foi de aprendizado e aproveitamento espirituais.

I`m...

Minha foto
Chandler, Arizona, United States
Sou a CEO da minha familia, a chef da nossa cozinha, piloto de fogao, especialista em transportes, decoradora, pscicologa, medica, esposa, mae, amiga... a lista e grande. mas tem uma coisa que sou igualzinha a voce: IMPERFEITA (O).