sábado, 18 de julho de 2009

Saudade


Devemos ter feito algo de muito grave,
Para sentirmos tanta saudade...

Trancar o dedo numa porta dói.
Bater com o queixo no chão dói.
Torcer o tornozelo dói.
Um tapa, um soco, um pontapé , doem.
Dói bater a cabeça na quina da mesa,
Dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim.
Mas o que mais dói é a saudade.
Saudade de um irmão que mora longe,
Saudade de uma cachoeira da infância,
Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais,
Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu,
Saudade de uma cidade,
Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa.
Doem estas saudades todas.
Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.
Saudade da pele, do cheiro, dos beijos.
Saudade da presença, e até da ausência consentida.
Você podia ficar no quarto e ela na sala, sem se verem, mas sabiam-se lá.
Você podia ir para o dentista e ela pra faculdade, mas sabiam-se onde.
Você podia ficar o dia sem vê-la, ela sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã.
Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor,
Ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.
Saudade é basicamente não saber.
Não saber mais se ela continua fungando num ambiente frio.
Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia.
Não saber se ela ainda usa aquela saia.
Não saber se ele foi à consulta com o dermatologista como prometeu.
Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania de estar sempre ocupada,
Se ele tem assistido às aulas de inglês, se aprendeu a entrar na Internet,
A encontrar a página do Diário Oficial, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros,
Se ele continua preferindo Malzebier, se ela continua detestando McDonalds,
Se ele continua amando, se ela continua a chorar até nas comédias.
Saudade é não saber mesmo!
Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos,
Não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento,
Não saber como frear as lágrimas diante de uma música,
Não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.
É não saber se ela está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso...
É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela.
Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer.
Saudade é isso que eu estive sentido enquanto escrevia
E o que você provavelmente estará sentindo depois que acabar de ler.
MIGUEL FALABELA

sábado, 4 de julho de 2009

while some are crying others are sealing handkerchif



How? Why? Are not always easy questions to answer.



So, we better choose wich side do we wanna be:

Crying or Seeling handkerchif?

Some time ago i got a text that Shakespeare wrote and it say something like: "we should keep our garden instead of waiting someone bring us flowers"

I think both thoughts reflect the same idea, even thoug Shakespeare shared a great consel, a proative attitude. I know, by my own actions, that selling hadkerchif isn`t easy. It should be a choice followed by great faitih. But I know, right after the decision is made, the power of heaven comes to us, and being sensitive we can feel the Lord`s love and then we`ll be the best people "selling handkerchif"

quarta-feira, 1 de julho de 2009

The right thing at the right time....


I think you guys know how do we feel when we wanna go to "that" Restaurant, but we don`t have money to. And we can only consider eating a hot dog... The Restaurant seems so far of reality...

Some posts ago i wrote about waiting http://cintilantesworld.blogspot.com/2009/05/wait-wait-wait.html
It was a very simple one, where i could share one of the scriptures i love in Doctrine and Convenants. Well... i waited! The work was well done and the right thing at the right time just appear to me: "I GOT THE PERFECT JOB" The company is great, the Director too, the people too, the rules too, the atmosphere too, even though the salary. My contract is a temporary one, only for 30 days. The Secretary is going in vacation and i`ll get her place. It is temporary but is the kind of job i`m looking for. It fits very well with my current perspective.

"Father in heaven thanks for all thy many blessings"

I`m...

Minha foto
Chandler, Arizona, United States
Sou a CEO da minha familia, a chef da nossa cozinha, piloto de fogao, especialista em transportes, decoradora, pscicologa, medica, esposa, mae, amiga... a lista e grande. mas tem uma coisa que sou igualzinha a voce: IMPERFEITA (O).